D. Sebastião “O Desejado” – 1557-1578

Nasceu em Lisboa, em 1554. Herdou o trono de seu avô, D. João III, em 1557, porque todos os filhos deste rei tinham falecido. Como ele tinha pouco mais de três anos, governaram, como regentes, primeiro, a avó, D. Catarina de Áustria, e depois o Cardeal D. Henrique, tio – avô de D. Sebastião. Deram a D. Sebastião o cognome de “O Desejado” por ser muito pretendido antes de nascer. O seu governo foi desenvolvido sobre um grande sentido   de justiça. Faleceu, em 1578,na batalha de Alcácer Quibir.

Destemido e aventureiro, D. Sebastião imaginou, desde logo, formar um grande império e reconquistar as terras abandonadas por D. João III. Organizou um forte exército e embarcou para o Norte de África. No dia 4 de Agosto de 1578 deu-se a célebre batalha de Alcácer – Quibir, onde as tropas portuguesas foram derrotadas. Milhares de portugueses perderam a vida. O próprio rei, D. Sebastião, ali desapareceu depois de ter lutado arduamente. O desastre de Alcácer – Quibir foi muito mau para Portugal porque D. Sebastião era solteiro e não deixou sucessores. É de referir que nesta mesma época, no reinado de D. Sebastião, viveu Luís Vaz de Camões o príncipe dos poetas portugueses, autor de “Os Lusíadas”, poema admirável, que canta os feitos heróicos dos portugueses.

Por: Nuno Pereira

Deixe um comentário

Filed under Reis da 2ª Dinastia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s