D. Maria I “A piedosa” – 1777-1816

Nasceu em Lisboa, em 1734. Era filha de D. José I, a quem sucedeu, e de D. Mariana Vitória de Bourbon. Casou com o seu tio, D. Pedro III. Possuía profundos sentimentos religiosos, por isso teve o cognome de “A Piedosa”. O governo de D. Maria I caracteriza-se pelo equilíbrio, competência e progresso espiritual e material do País. Morreu no Brasil , em 1816, e jaz na Basílica da Estrela.

Logo após a morte do rei, o Marquês de Pombal pediu a demissão de ministro e de outros lugares, o que a rainha deferiu.

Contra ele foi depois instaurado um processo que veio a terminar com a sua condenação. Mas a rainha perdoou-lhe parte dos castigos, limitando-se a determinar que se ausentasse para local distante da corte. O Marquês partiu então para Pombal, onde viveu os últimos anos da sua vida.

No reinado de D. Maria I, criou-se a Academia Real das Ciências, a Biblioteca Nacional, a Casa Pia e ainda muitas escolas de instrução primária.

Neste reinado construiu-se, entre outros, a Basílica da Estrela, em Lisboa; principiaram as obras do Teatro de S. Carlos e concluiu-se a Igreja da Misericórdia, em Belém. A rainha, depois de muitos desgostos, adoeceu gravemente  e enlouqueceu. Foi a partir daí que seu filho, o príncipe D. João, tomou conta do governo.

Em 1801, Portugal foi invadido por numerosas tropas espanholas e francesas. Entraram pela fronteira alentejana, tendo conseguido apoderar-se de Olivença, que a Espanha nunca mais nos restituiu.

Napoleão ordenou o Bloqueio Continental contra os ingleses. Em obediência a esta ordem, todas as nações europeias deviam encerrar os seus portos aos navios britânicos. O príncipe regente D. João, inspirado na vontade do seu povo, não cumpriu as determinações de Bonaparte. Como o regente, apesar de novas insistências, continuava a não transigir, Napoleão assinou com a Espanha o Tratado de Fontainebleau (27 de Outubro de 1807), no qual Portugal seria repartido pela Espanha e pela França. Para tal efeito, Portugal tinha de ser conquistado, mas o General francês não o conseguiu.

Deixe um comentário

Filed under Reis da 4ª Dinastia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s